Futebol

13 janeiro 2021, 00h21

Benfica festejou golos nas duas partes do jogo

RESUMO DO JOGO

Combinando capacidade técnica, tática e rapidez na criação, o Benfica soube simplificar a missão no regresso ao Estádio José Gomes para defrontar o renovado CF Estrela nos oitavos de final da Taça de Portugal. Seguro, construiu um triunfo por 0-4 e transitou para os "quartos" da prova-rainha.

Com um onze muito diferente do que fora lançado na última sexta-feira perante o Tondela na Liga NOS, o Benfica procurou meter velocidade e energia nas primeiras ações no jogo, com o propósito de surpreender o CF Estrela (em destaque no Campeonato de Portugal, ainda não tinha perdido nesta época) e rapidamente adquirir vantagem na partida.

Tendo Helton na baliza, a equipa benfiquista apresentou Diogo Gonçalves, Todibo (estreia absoluta!), Jardel e Nuno Tavares no sector defensivo, entregando o meio-campo a Samaris, Taarabt, Pedrinho (direita) e Chiquinho (esquerda), ficando o ataque por conta de Seferovic e Gonçalo Ramos.

Estrela-Benfica Taça de Portugal

Desenhando um ataque de forma simples, mas precisa, o Benfica lançou-se na direção da baliza estrelista ao minuto 8, com Seferovic a entrar pela esquerda e a centrar para o espaço onde aparecia Gonçalo Ramos, mas a bola acabou por ficar curta em face do movimento empreendido pelo jovem avançado.

Briosa e tentando jogar sem medo, a equipa do Estrela, sempre que pôde, soltou-se em contra-ataque, e Sérgio Conceição deu que fazer a Helton Leite aos 9'.

As explícitas oportunidades de golo, na primeira parte, pertenceram ao Benfica, que poderia ter tomado a dianteira no marcador aos 21', num lance de ataque bem delineado no relvado do Estádio José Gomes. Com um bonito toque de calcanhar, Gonçalo Ramos rasgou a linha defensiva tricolor e libertou Pedrinho na área. O esquerdino usou o melhor pé na conclusão, rematou com força, na passada, mas errou o alvo.

CF Estrela-Benfica Taça de Portugal

As águias apertaram na zona ofensiva na parte final do primeiro tempo. Seferovic, aos 35' e aos 36', tentou o golo, mas não foi bem-sucedido.

Aos 42', o desbloqueio: Pedrinho solicitou Diogo Gonçalves na profundidade do flanco direito, o lateral cruzou, Seferovic atirou para defesa de Filipe Leão, e depois surgiu Chiquinho, na ajuda, dominando e fazendo a recarga, com êxito, colando a bola às redes (0-1).

O reatamento do jogo mostrou um Benfica novamente rápido no seu processo ofensivo e ainda mais determinado a arrumar a discussão da eliminatória. Seferovic tentou aos 49', não conseguiu; replicou aos 51', numa assistência de Diogo Gonçalves, e pôde festejar o 0-2, com um tiro de pé direito na área.

CF Estrela-Benfica Taça de Portugal

O Benfica carregava no acelerador, estava embalado e, depois de um golo bem anulado ao Estrela (fora de jogo num lance de bola parada), faturou o 0-3 por intermédio de Chiquinho aos 62'. Antes da conclusão de classe do médio, Seferovic disparou com violência na área e Filipe Leão sacudiu para o lado. Pedrinho insistiu, fez um passe soberbo para Chiquinho, e este controlou o esférico com qualidade e rematou de pé direito para as malhas.

Os ataques das águias sucediam-se, a defensiva do Estrela cedia... e Waldschmidt (entrou aos 57' para o lugar de Gonçalo Ramos) movimentou-se para receber (mais) um excelente passe de Pedrinho, finalizando a ofensiva com um remate indefensável aos 66'. Era o 0-4, na segunda assistência de Pedrinho na noite.

CF Estrela-Benfica Taça de Portugal

Ferreyra e Rafa renderam Seferovic e Pedrinho aos 75', Weigl e Grimaldo substituíram Samaris e Taarabt aos 85'. O jogo estava ganho, Jorge Jesus fazia a gestão da equipa, mas não lhe tirava propensão ofensiva. E Ferreyra podia mesmo ter feito o 0-5, teve uma oportunidade clara perante o guarda-redes Filipe Leão, mas este conseguiu adivinhar-lhe a intenção e inviabilizar o golo.

Vitória inquestionável na Reboleira, apuramento para os quartos de final da Taça de Portugal materializado. Na próxima ronda o Benfica vai enfrentar o vencedor do embate entre Fafe e Belenenses SAD (defrontam-se na quinta-feira, dia 14).

Virando a página na agenda competitiva, a equipa comandada por Jorge Jesus avança para o clássico com o FC Porto, no Dragão, já nesta sexta-feira, dia 15 de janeiro, em jogo da 14.ª jornada da Liga NOS.

Promoção 2x1 Réplicas Camisola Benfica

Texto: João Sanches
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 13 de janeiro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar